morcegos_30maio

Medições da atividade dos morcegos no Parque Infante D. Pedro

Realizou-se mais uma atividade no âmbito do Projeto Europeu Engine4F, Erasmus + – Ação Chave 2, coordenado pela AEVA, que envolveu a Ordem dos Engenheiros, a Escola Profissional de Aveiro e o Agrupamento de Escolas José Estêvão de Aveiro e que teve como objetivo geral, mais uma vez, a promoção das disciplinas de teor científico e a carreira nas áreas das ciências e das tecnologias. Assim, a atividade intitulada “Medições da atividade dos morcegos no Parque Infante D. Pedro” teve início com uma sessão de caráter mais teórico e expositivo, mas com bastante interação e interesse por parte dos alunos do 8º ano, no auditório da Ordem dos Engenheiros, em Aveiro. Após um lanche-convívio entre todos, oferecido pela Ordem, o grupo de alunos, professores e engenheiros deslocou-se até ao Parque do Infante D. Pedro para Deteção dos Quirópteros. Esta sessão foi dinamizada pelo Eng. Pedro Silva-Santos, da empresa Noctula – Consultores em Ambiente, e teve como objetivos específicos aprofundar o conhecimento sobre os morcegos e a ecolocalização, reconhecer as características dos pulsos de orientação do voo, de alimentação e de atividades sociais, aprender a avaliar o grau da atividade dos morcegos em determinado local e a utilizar um detetor de ultrassons.